Leitão & Irmãos

Pulseira filigrana com Contas de Viana em ouro

1.100,00

REF: AUPL0028.06 Categorias: ,

Ouro amarelo 19k – 11 g
Contas de Viana 6mm

As contas de Viana são um clássico da filigrana portuguesa. Conhecidas como a peça mais antiga da joalharia portuguesa.
A técnica da filigrana é aplicada em pequenas bolas colecionáveis.

Por serem ocas e leves eram peças económicas, tornando-se uma das principais joias do Ouro Popular Português.
As jovens Iam comprando as contas que juntavam num típico fio de lã que terminava atrás com um pompom. A quantidade de contas em cada colar era assim variável dependendo do gosto e das economias de cada um.

* Peças manufaturadas. Pesos e/ou dimensões aproximados.

Filigrana – O segredo da ourivesaria

A Filigrana é a técnica de ourivesaria portuguesa talvez a mais característica de Portugal.

A sua origem remete ao Norte de Portugal, as peças de Filigrana eram utilizadas em dias de festa. Simbolizando a riqueza da família das mulheres, que as exibiam cheias de orgulho.
O ouro era visto como um investimento. Era o dote da noiva. No entanto, se era para exibir e enaltecer a beleza das mulheres casadoiras, o ideal é juntar a preciosidade do ouro à beleza de peças vistosas e simultaneamente delicadas.

Apresentando diversos padrões e formas tradicionais, como o “rodilhão”, o padrão de “brincos de princesa”, “conta de Viana”, que se continuam atualmente a replicar

Nesta técnica de ourivesaria que remonta à idade média, o ourives cria fios de ouro ou prata que podem chegar a ter dezenas metros de comprimento. Posteriormente os fios são torcidos em pares e colocados sob a armação previamente desenvolvida, o “esqueleto” da peça.

Na sua origem a filigrana começou por ser uma técnica decorativa de peças já existentes, mas a sua técnica especifica e beleza do trabalho final deram-lhe uma voz própria
É um trabalho de técnica, paciência e acima de tudo: arte.

As origens nortenhas ancestrais da Casa Leitão e Irmão possibilitam o conhecimento para criarmos uma coleção de Filigrana, realizada pelos mestres ourives mais conhecedores e transmissores da sua arte.

A técnica de ourivesaria para desenvolver a Filigrana é ainda hoje uma arte manufaturada por poucos e um saber que se tem perdido ao longo dos tempos. Tornando as peças de Filigrana cada vez mais raras e preciosas.

Produtos relacionados